O que é CGI?
Atualize-se! Conheça as principais novidades do Photoshop CC 2017
Atualize-se! Conheça as principais novidades do Photoshop CC 2017
02/21/2017
Realidade virtual: entenda como ela tem auxiliado a Medicina
Realidade virtual: entenda como ela tem auxiliado a Medicina
03/06/2017
Exibir Tudo
O que é CGI?

Você já parou para pensar em como são feitos os filmes da Pixar que fazem tanto sucesso hoje em dia? Sabe como funcionam as animações que tomaram conta dos cinemas nos últimos anos?

A evolução do design gráfico não aconteceu ao longo de muito tempo, mas teve um grande salto principalmente nas últimas duas décadas. Na verdade, o grande avanço das capacidades de processamento gráfico dos computadores contribuiu — e muito! — para a criação de animações em CGI cada vez melhores.

Mas o que é CGI? Se você já trabalha com design gráfico, talvez esse artigo não te traga nada de novo. No entanto, se você é curioso, adora animações e pretende um dia trabalhar com isso, continue com a gente e descubra como a computação gráfica revolucionou as animações!

O que é CGI?

Em inglês, a sigla CGI significa Computer-Generated Imagery, o que pode ser traduzido para “imagens geradas por computador”. Ela corresponde a qualquer imagem ou animação que não foi gravada por uma câmera, seja em filmes, séries ou jogos.

Animações em CGI são construídas e desenhadas diretamente no computador. Quanto mais complexo é o elemento desenhado em CGI, mas se trabalha nos detalhes antes de inseri-lo na gravação.

Existem incontáveis filmes e jogos que lançam mão desse recurso, pois ele dá a liberdade de se criar, literalmente, qualquer coisa a partir da computação gráfica. Muitas vezes, a aparência de uma personagem é criada digitalmente a partir de um rascunho desenhado à mão e inserida em um “esqueleto”.

Os movimentos desse esqueleto são capturados digitalmente através de simulações com atores reais, o que traz ainda mais verossimilhança para a animação.

Chroma key do filme Deadpool. Fonte: cgmeetup.net

Cena do filme Perdido em Marte. Fonte: arstechnica.co.uk

CGI, SFX ou VFX?

O que pode confundir muitas pessoas é o fato de que CGI não faz parte, tecnicamente, o que chamamos de Efeitos Especiais. Os Special Effects (SFX) não são feitos por computador, e sim com o uso de artifícios práticos, como maquiagens, figurinos específicos e até mesmo algumas explosões e acidentes coreografados com veículos reais e dublês.

Possivelmente você já assistiu ao filme Inception (A Origem, no Brasil), que ganhou alguns prêmios quando foi lançado em 2010. Lembra-se da cena em que a personagem Ariadne, interpretada por Ellen Page, percebe que está em um sonho e as coisas ao seu redor começam a explodir? Pois elas não foram geradas por computador, e sim criadas por canhões de ar filmados em câmera lenta.

Agora que você já entendeu a diferença entre SFX e CGI, é hora de saber o que, afinal de contas, é VFX. Os Visual Effects (Efeitos Visuais) nada mais são do que os artifícios nos quais um profissional responsável irá reunir todos os elementos gravados em um filme juntamente com o SFX. Então, todo o material passa por um processamento para que seja incluído o CGI.

Ou seja, o que chamamos de Efeitos Visuais na verdade é a junção de todas as imagens gravadas pelas câmeras, lançando mão dos Efeitos Especiais e combinadas com os elementos CGI necessários para complementar a cena.

Hoje em dia, a maioria das produções cinematográficas utilizam elementos CGI combinados aos efeitos especiais. Esse é um dos setores mais importantes para a criação da maioria dos filmes atuais, já que permite realizar todo tipo de modificação em cenários e elenco (ou até mesmo criar o próprio cenário ou elenco!) sem a necessidade de alterações físicas ou ambientais.

E então, entendeu o que é CGI? Tem alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários.

Start seu Futuro!

Vá até a escola SAGA mais próxima e matricule-se no Curso START