Tudo o que você queria saber sobre Pintura Digital. Confira!

Tudo o que você queria saber sobre Pintura Digital. Confira!

Realidade virtual: entenda como ela tem auxiliado a Medicina
Realidade virtual: entenda como ela tem auxiliado a Medicina
03/06/2017
Sonha em trabalhar com animação? Confira por onde começar a sua carreira
Sonha em trabalhar com animação? Confira por onde começar a sua carreira
03/16/2017
Exibir Tudo

Tudo o que você queria saber sobre Pintura Digital. Confira!

Você tem interesse em artes e design, vive ouvindo sobre pintura digital e quer saber tudo sobre como é trabalhar com isso? Então veio ao lugar certo! A pintura digital é uma arte que ganhou o coração de amadores, artistas e, principalmente, do mercado.

Por isso, é uma ótima opção para jovens criativos que precisam escolher qual carreira seguir. Está preparado para conhecer o essencial sobre pintura digital? Vamos lá!

“Falling” de Amr Elshamy. Fonte: Adobe.

Afinal, o que é pintura digital?

É uma manifestação de arte gráfica feita exclusivamente por meio de softwares, principalmente o Photoshop. Essa técnica ganhou o mercado e disparou à frente da ilustração tradicional por ser mais rápida não só de produzir, como também de modificar.

Além disso, a pintura digital fornece mais detalhes e permite que a arte possa ser realizada com alta qualidade e resolução, facilitando seu uso em estruturas maiores, como banners impressos.

O Deviantart, por exemplo, é um ótimo canal para pesquisar e encontrar exemplos, e até mesmo portfólios, de muitos profissionais dessa área.

Fonte: Wacom

Em que ela é utilizada?

Pensou em trabalhos criativos e artísticos de design? É isso mesmo! Para trabalhar com criatividade, você deve se interessar por demais manifestações artísticas como fotografia, cinema, pintura e afins. Um artista gráfico precisa das mais variadas referências para começar e também se manter atualizado.

Não é obrigatório saber desenhar de forma tradicional para se tornar um artista gráfico, mas é uma prática recomendada — assim você não fica totalmente dependente de softwares.

Esse profissional, portanto, pode trabalhar com o tratamento de imagens e criação de peças para impressos e para a publicação em web. É possível atuar em escritórios de design, publicidade e na indústria gráfica em geral, criando e tratando desde coisas mais simples e comerciais até, por exemplo, editoriais, capas de livros e artes para card games.

Aluno SAGA: Rodrigo Ramos

Aluno SAGA: Dennis Henrique

Aluno SAGA: John Pablo Queiroz

Quais são as técnicas e softwares utilizados?

Você já deve ter sacado que essa profissão exige capacitação específica, certo? No processo de aprendizado, é legal que o profissional de pintura digital crie um estilo próprio, mas para isso é necessário muito estudo e referências.

Alguns artistas gráficos (não só os iniciantes) tentam reproduzir trabalhos de profissionais que admiram pela técnica e pelo resultado final. Isso faz com que eles construam uma memória criativa que vai auxiliá-los a criar soluções para seus projetos autorais.

Deixando de lado os estudos e pensando na elaboração de projetos: já citamos o Photoshop como principal software, certo? Veja a seguir o passo a passo mais recorrente de criação:

1. Planejamento

Defina o projeto, o público-alvo e a aplicação.

Exemplo: Será para uso na web ou também será impresso? Qual resolução? Quais técnicas devo utilizar? Apenas pintura digital? Edição de imagens? Haverá também elementos em vetorização?

Talvez, você precise utilizar outros softwares além do Photoshop para alcançar o desejado — pode precisar de um programa de modelagem 3D ou de vetorização como o Illustrator.

2. Pesquisa

Defina quais são as referências que devem ser pesquisadas.

Essa etapa é importante para definir o estilo e para ter um briefing mais alinhado com o cliente. Para isso, é comum utilizar sites como o Pinterest, além do Google imagens. As referências não precisam ser apenas no tema do que pretende fazer. É interessante procurar também referências de estilo que deseja alcançar.

3. Esboço

Crie esboços antes de iniciar a ilustração final.

Isso pode poupar tempo e correções. Além disso, se possível, apresente esses esboços para o cliente, especificando estilos que mostrem as referências selecionadas.

4. Execução

Procure definir a volumetria geral da ilustração antes de ir para os detalhes. Determine proporções, elementos principais e profundidade.

Nessa etapa, é importante desenvolver o que foi planejado aplicando as técnicas de pincéis e ferramentas escolhidas. Procure trabalhar com camadas que proporcionem uma alteração mais fácil, caso seja necessário. Lembre-se de salvar versões diferentes durante a execução.

Para ter um controle maior sobre ajustes, no final, utilize camadas de correções de cor, de temperatura, de brilho e de contraste. E, por fim, faça testes para a decisão final sobre sua arte digital.

5. Apresentação

Na etapa de apresentação do projeto, procure simular bem a aplicação da arte digital. O ideal é ter uma boa biblioteca de mockups para essas simulações.

Fonte: Pinterest

Como atuar profissionalmente nessa área?

Se você é criativo, gosta de desafios e quer trabalhar com algo que ama, o primeiro passo é investir em cursos de capacitação. Busque conhecimento extracurricular e fique de olho em novidades e tendências das áreas de artes, criação e comunicação.

Pratique sempre e continuamente, e lembre-se de compilar seus trabalhos em um portfólio para demonstrar seu nível de destreza. Se a intenção for conseguir trabalho em grandes empresas futuramente, vale sempre a pena insistir, renovar o portfólio e reenviar — mesmo que receba uma resposta negativa.

Gostou de aprender sobre pintura digital? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas a novidades do universo gráfico, digital e artístico!

Start seu Futuro!

Vá até a escola SAGA mais próxima e matricule-se no Curso START