Veja como criar jogos 3D e quais os benefícios dessa área de atuação - Escola SAGA

Veja como criar jogos 3D e quais os benefícios dessa área de atuação

Conheça os 4 principais tipos de sites para baixar fontes gratuitas
01/13/2020
Entenda o que são mockups e por que eles são importantes
01/18/2020
Exibir Tudo

Veja como criar jogos 3D e quais os benefícios dessa área de atuação

A tecnologia chegou para ajudar a vida de todo mundo. Em diversos segmentos, novas práticas e ferramentas têm funcionado como verdadeiros instrumentos de aperfeiçoamento, gerando cada vez mais atração. No universo dos games, essa máxima não poderia deixar de valer.

É difícil encontrar um apaixonado pelo assunto que não sonhe em criar jogos 3D. Afinal de contas, trabalhar com o que amamos faz a rotina ser extremamente prazerosa. Já pensou em viver pensando no desenvolvimento do próximo game ou em uma maneira de aprimorar o último lançamento? Demais, não é mesmo?

Ao longo do texto, abordamos vários aspectos a respeito da carreira como produtor de jogos em computação gráfica tridimensional. Quer ficar por dentro do que fazem esses profissionais, dos principais benefícios da atividade e das habilidades necessárias para tanto? Continue conosco e confira o post até o final. Boa leitura!

O que faz um criador de games 3D?

Alguns ofícios escondem ”segredos” complexos. Nem sempre o que imaginamos é o que realmente acontece no dia a dia de determinado profissional. De modo geral, o criador de games é a pessoa que dá vida ao jogo, mas a função vai bastante além desse atributo.

Garantir a estabilidade dos personagens e um design satisfatório com o máximo de detalhes possível figuram como os grandes objetivos do trabalho de um desenvolvedor, seja o game online, mobile ou jogado em um console. Jogabilidade, enredo, ausência de bugs e questões semelhantes são outros papéis fundamentais do produtor.

Dentro de uma equipe de criação de jogos 3D existem segmentações claras para facilitar a tarefa de todos e tornar o resultado final como planejado. Confira alguns cargos:

  • produtor — atua como uma espécie de fiscal do projeto, tomando o devido cuidado com promessas e prazos. Verificação de viabilidade financeira também pode estar entre as atribuições do produtor;
  • artista gráfico — é quem transmite emoções e experiências ao usuário por meio de imagens. Para o artista gráfico, conectar o visual da tela com a ideia que o game pretende passar consiste na principal preocupação;
  • roteirista — responsável, evidentemente, pela história e o contexto em que o jogo se insere. Um bom enredo é vital para ganhar o player, portanto, a criatividade fica a cargo do roteirista;
  • animador — dando sequência ao processo de elaboração do game entra o papel do animador, que transforma a teoria em prática e dá vida aos personagens. Movimentos e sincronias são oriundos desse trabalho;
  • engenheiro de som — a trilha sonora do jogo tem forte impacto na definição da emoção transmitida ao usuário. Suspense, tensão ou diversão costumam ser divididos por uma linha tênue, sobre a qual o engenheiro de som deve saber caminhar para dar realidade ao roteiro;
  • programador — quem une o esforço de todos os profissionais citados é o programador, responsável pela conexão de cada elemento para criar um produto final satisfatório e duradouro;
  • testador — evitar bugs não é fácil. Sendo assim, é necessário jogar várias vezes o mesmo game para assegurar a ausência deles e verificar falhas.

Quais as habilidades necessárias para atuar na área?

O título do texto fala a respeito de benefícios ao mencionar o trabalho de criar jogos 3D, certo? Pois de certo modo, quem conta com as habilidades exigidas para essa profissão já enxerga as vantagens aí mesmo. Não entendeu muito bem? Calma, basta seguir a leitura para captar a mensagem.

Ser um jogador detalhista

Quem é fã de games sabe: uma coisa é o jogo pela diversão pura e outra é o jogo com olhos de quem tem fixação no tema. Para trabalhar com isso, a visão de desenvolver na hora de jogar consiste em algo primordial.

Entretanto, vale lembrar que até mesmo longe da tela do PC, da televisão ou do celular, esse instinto de jogador precisa estar vivo. Permanecer atento às diversas novidades do mercado e estudar cada lançamento é muito importante. Observando funções, sistemas e outras novidades, fica bem mais fácil se inspirar e realizar um bom trabalho.

Gostar de se comunicar

Vários games demandam comunicação interpessoal, especialmente online. A adrenalina gerada pela conversa com outros players figura como um dos principais fatores que fazem tanta gente se apaixonar pelo universo dos jogos. Isso é fato, certo?

Atuar inserido em um time que cria jogos em 3D exige que cada profissional tenha essa característica de gamer. Saber ouvir, falar e respeitar opiniões contrárias é fundamental, tornando a comunicação mais fluida e o trabalho um tanto quanto mais agradável.

Buscar aprendizado constante

Um bom jogador que se preze nunca para de procurar por qualificação. Afinal de contas, a vontade de melhorar os resultados e desfrutar do game da melhor forma possível é o que move boa parte dos players.

Então, na hora de criar um jogo 3D, saiba que é essencial buscar aprendizado frequente e superação diária.

Quais as melhores ferramentas de desenvolvimento de games 3D?

Vamos nos aproximar da parte prática? Listamos abaixo algumas das mais conhecidas plataformas de criação de jogos. Veja!

Unreal Development Kit

Essa ferramenta é gratuita por completo, apesar de exigir uma máquina poderosa para usá-la. Trata-se de uma versão definida como apropriada para iniciantes da ferramenta profissional da desenvolvedora Epic.

A variedade de alternativas gráficas do Unreal Development Kit é muito interessante, possibilitando a elaboração de jogos super completos. No entanto, há duas restrições para a utilização do UDK: é necessário falar inglês, já que não há versão em português, e ter conhecimento prévio de produção de games.

Unity Engine

Alta memória RAM e excelente placa de vídeo são primordiais para usar essa plataforma. Quem é gamer de carteirinha certamente ao menos já ouviu falar nela, que também disponibiliza um modo gratuito, somente com pequenas limitações de licença e gráficos.

Ao contrário do UDK, a Unity Engine torna viável o desenvolvimento de um jogo sem tanto conhecimento do usuário, já que oferece opções bastante avançadas.

KODU Game Lab

Precisa de um auxílio extra? O KODU Game Lab é a plataforma ideal. Apesar de mais básica, essa ferramenta coloca em prática o chamado ”When… do…”. Você aponta um comando a ser feito (when) e determinada consequência para o personagem em questão (do).

Um exemplo: caso a intenção seja fazer o boneco se mover frontalmente quando a tecla X é pressionada, basta inserir ”X” na lacuna ”When” e indicar a ação de movimento para a frente no campo ”Do”. Legal para começar, não é verdade?

Listados os atributos de um desenvolver de games, as habilidades necessárias para se transformar em um e as melhores ferramentas de criação, vale ressaltar que esse mercado vem crescendo muito. As oportunidades para criar jogos 3D são cada vez mais interessantes e, por isso, investir em formação tende a ser um enorme diferencial!

A SAGA está no mercado há 14 anos e tem mais de 12 mil alunos espalhados em 10 unidades pelo Brasil. Conhece nossos serviços? Entre em contato conosco e saiba mais!