Modelagem 3D: entenda a importância da escultura para jogos

Modelagem 3D: entenda a importância da escultura para jogos

Pintura digital: qual o melhor curso para investir nesse ramo?
11/02/2017
Desenvolvimento de Jogos: o mercado que mais cresce no mundo!
11/15/2017
Exibir Tudo

Modelagem 3D: entenda a importância da escultura para jogos

Não dá para negar que os jogos eletrônicos estão com gráficos cada vez melhores. Essa evolução dos personagens pixelados em 8 bits para os gráficos cheios de expressões e aparência muito próxima à dos seres humanos se deve muito à modelagem 3D.

Neste artigo você entenderá o que ela é, além do papel dos escultores no processo de criação de jogos. Acompanhe:

Modelo 3D feito por Luiz Felipe Aroca.

O que é modelagem 3D?

É como chamamos o processo de criação de objetos em 3 dimensões, a partir da utilização de softwares próprios para isso, como o Maya, o ZBrush e o 3DS Max. Posteriormente esses objetos podem ser animados para fazer parte de jogos ou filmes.

Escultura feita por Cleyton Oliveira.

O que faz um escultor ou modelador 3D?

O trabalho de modelagem 3D não é feito somente no software. Antes disso os personagens são esculpidos manualmente em argila ou clay (um tipo de massa própria para esse tipo de trabalho), para que se possa entender sua anatomia e os detalhes como luz e sombra.

Essa escultura se tornará a principal referência na hora de modelar o personagem no computador. A partir dela o profissional começa a estudar a mobilidade do personagem e a visualização de outros detalhes como roupas, cabelos, etc. É por isso que o trabalho dos escultores está em franca ascensão dentro do mercado de games.

Escultura feita pelo instrutor SAGA Fabiano Felipe!

O que é preciso para ser um escultor?

Como você já deve ter imaginado, trata-se de um trabalho com altos níveis de complexidade e que exige bastante paciência e delicadeza. A boa notícia, no entanto, é que ele não é um bicho de 7 cabeças e qualquer pessoa é capaz de aprender caso resolva se dedicar e estudar.

Ter uma boa base em desenho 2D, principalmente composição, anatomia e perspectiva, já ajuda bastante a quem quer ingressar nessa carreira, embora isso não seja um pré-requisito. Obviamente, a criatividade também é uma qualidade desejável para esse trabalho.

Escultura do Hulk contra o Hulk Buster, da segunda edição da CCXP. Imagem: Falando Serie

Modelagem de Geralt de Witcher 3. Imagem: Autodesk.

Como é o mercado de trabalho?

Quem tem o conhecimento e a habilidade necessários para ser escultor pode trabalhar tanto na indústria de games quanto em estúdios que fazem filmes de animação. Também há a possibilidade de ser contratado para produzir esculturas que serão expostas em feiras e eventos.

Como os estúdios nacionais costumam buscar profissionais de perfil mais generalista, estima-se que o salário de um escultor que trabalhe na indústria de jogos no Brasil esteja em torno de R$ 3 mil por mês.

Em mercados maiores, como os Estados Unidos, os ganhos são bem melhores. Na Blizzard Entertainment, um modelador sênior recebe cerca de 100 mil dólares ao ano (cerca de 8.333 dólares por mês), o que coloca os escultores entre os artistas mais bem pagos dessa indústria atualmente.

Diante de tudo isso, fica claro que os escultores são cada vez mais importantes dentro do cenário dos videogames e esse mercado tende a crescer muito nos próximos anos. Para quem tem interesse em ingressar nessa área, esse é um bom momento para começar a estudar.

Se você gostou deste artigo e deseja se qualificar para o trabalho de escultor com foco na indústria de games, conheça nosso curso Playgame!

Start seu Futuro!

Vá até a escola SAGA mais próxima e matricule-se no curso PLAYGAME